Chegou a hora de Desgourmetizar!

20131231tatimartinsfotografias0062

Para os ligados em gastronomia, a palavra que mais se ouviu de uns tempos para cá foi gourmetizar ou cozinha gourmet. Pipoca gourmet, sal gourmet, saladinha gourmet, arroz e feijão gourmet, água gourmet, chocolate gourmet…, como se para ter qualidade haveria de ser gourmetizado. Pois bem, como para todo ponto há um contraponto, chegou a hora de desgourmetizar;  é a palavra de ordem da gastronomia no momento. E isso não significa não ser criativo, ou não comer coisas divertidas e gostosas.

Com certeza a qualidade é primordial na cozinha ou em qualquer outro ramo de atividade. E dá para ter qualidade, sendo simples na essência, sem que precise inventar nomes para os pratos que não justificam a preparação, sem a obrigatoriedade de fazer a comida do dia ser gourmetizada. Senão, você corre o risco de deixar de cozinhar simplesmente porque naquele momento você quer algo mais simples, sem grandes complexidades ou com produtos que não sejam sofisticados.

Não necessariamente você precisa perder parte de seu tempo na cozinha inventando nomes gourmetizados para os seus pratos, enquanto eles podem ser traduzidos simplesmente pelo o que eles realmente representam.

Porque é desgourmetizado, não significa que não possa ser criativo ou gostoso. Usar com criatividade um produto dará um diferencial ao seu cardápio, mas não precisa ser complexo no preparo ou no nome que leva.

Chegou a hora de conhecermos os produtos pelo o que eles realmente são sem perder a qualidade e capricho na hora da elaboração. O momento é da valorização do sabor, da apresentação harmônica dos pratos sem perder-se em detalhes ou preparações que não acrescentem em nada.

Estaríamos criando um novo movimento na gastronomia, como o que foi o da Nouvelle Cozinha por exemplo? Ou melhor, precisamos dar um nome a esse momento? Ou simplesmente vive-lo e reproduzi-lo em nossas cozinhas caseiras, artesanais ou industriais, sem nos preocuparmos muito em nomeá-lo. Fazê-lo acontecer, de modo a “democratizar” a cozinha é o que é importante. As pessoas precisam voltar a arriscar-se nos fogões de 4 bocas,  batedeiras comuns, facas caseiras e, sem medo de errar, sentar-se à mesa com sua família e amigos em volta de uma comida descomplicada porém gostosa, de qualidade sem ter a obrigação de ser sofisticada ou inacessível.

Talvez o momento seja o do dito comum – o menos é mais.  E agora, viva a desgourmetização!!

Texto de Miriam Paterno – Gerente do Buffet Black Tie.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s